História

SÍNTESE HISTÓRICA

Em 19 de abril de 1923, um grupo de irmãos batistas (13 pessoas), liderado pelo
missionário W. C. Taylor, sentindo a necessidade de um trabalho mais eficiente,
organizou-se em igreja. As atividades eram realizadas no casarão número 1.461 da Rua
Visconde de Goiana, hoje Rua Dom Bosco, em frente ao Colégio Americano Batista.
Em janeiro de 1930, era eleito Pastor Interino o jovem pregador da Palavra Pr. José
Munguba Sobrinho, promissor talento que já despontava na denominação batista,
recém-chegado do Estado do Amazonas, onde, por 11 anos, fora pastor da Primeira
Igreja Batista de Manaus. Em 6 de julho do mesmo ano, foi confirmado no pastorado
efetivo da igreja, em substituição ao missionário americano R. S. Jones, que se retirava
do Brasil.
O Pr. Munguba, com seu idealismo cristão e ampla visão do trabalho, empolgou a igreja
com a construção de um templo que viesse a atender não somente “as necessidades
internas da comunidade, mas também o trabalho da denominação em geral”. É assim
que concebe, projeta e leva a igreja a construir um templo nos moldes daquele que hoje
temos.
Em 1967, o Pr. Munguba deixa o pastorado da igreja por força da aposentadoria,
assumindo, interinamente, o Pr. Lívio Lindoso.
O Pr. Manfred Grellert assume o pastorado em 1970. Desenvolveu um profícuo
ministério até o primeiro semestre de 1980, quando, em 26 de dezembro daquele ano,
assume a direção da igreja o Pr. José Almeida Guimarães. Com sua experiência como
pastor, professor e profundo conhecedor da denominação, o Pr. Guimarães desenvolveu
um excelente ministério, que durou 26 anos.
No dia 7 de outubro de 2006, assume o pastorado da Capunga o Pr. Ney Silva Ladeia.
Servo fiel ao ministério, respeitado na denominação como valoroso homem de fé e
comprometido com a propagação do evangelho, o Pr. Ney Ladeia dirigiu a igreja por 11
anos, cada um dos quais abençoado com a proteção e o cuidado de Deus.
Após um período de sucessão pastoral que se estendeu de novembro de 2017 a agosto
de 2019, assume, como Pastor-Presidente da igreja, no dia 17 de agosto de 2019, o Pr.
Marcos Gaudard Corrêa, servo reconhecido por sua fé, sua vida de oração, seu
compromisso com a verdade inegociável da Palavra de Deus e, sobretudo, com o Deus
da Palavra.
Que hoje e amanhã, assim como foi ontem, a Igreja Batista da Capunga possa continuar
a ser um marco na denominação, de modo que a luz de Cristo possa ser vista, por meio
desta igreja, não apenas no Recife e em todas as cidades de Pernambuco, mas também
no Brasil e no mundo.

Dr. Elyr Duclerc Ramalho (in memoriam)
Carla V. Ribeiro Sales

Galeria de pastores

Fotos Históricas